quinta-feira, 25 de setembro de 2014

PREFEITO QUER LIMITAR BENEFÍCIO DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE E DAR MAIS DINHEIRO PARA A EMPRESA

PREFEITO DE TOLEDO QUER LIMITAR BENEFÍCIO DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE COLETIVO E DAR MAIS DINHEIRO PARA A EMPRESA SORRISO

Nesta semana, foi divulgada pela página da Prefeitura na internet o anúncio do aumento da tarifa no transporte coletivo aos domingos. Segundo o comunicado, “em virtude dos resultados satisfatórios em benefício da população”, o Prefeito enviou um Projeto de Lei em regime de urgência para a Câmara de Vereadores, visando aumentar o valor cobrado aos domingos e ainda aprovar um repasse incomum de recursos à empresa Sorriso, que é concessionária do serviço de transporte no município.

Certamente era preciso o prefeito apresentar um projeto para dar continuidade ao programa da tarifa a R$1,00 aos domingos, pois a lei em vigor expiraria essa semana. Mas, ao invés de manter o programa, ou até melhorá-lo, o prefeito resolveu aumentar em quase 23% a tarifa dos domingos, vinculando ela a metade do valor da tarifa normal. Assim, toda vez que aumentar a tarifa, também aumentará nos fins de semana. E há conversas já indicando mais um aumento, daqui alguns dias.

Fora o aumento do valor, o prefeito Beto Lunitti (PMDB) está querendo restringir o acesso a esse benefício somente a quem tem o cartão de bilhetagem eletrônica. Como se não bastasse, o que deveria ser um repasse de estimados R$43 mil reais para a manutenção do atual benefício até o fim do ano, o prefeito quer entregar R$130 mil à empresa de transporte, sem apresentar justificativa, dados ou critérios.

Isso é um desrespeito e um ataque aos usuários do transporte coletivo, bem como uma clara tentativa de, ao nosso ver, beneficiar e privilegiar os interesses da empresa concessionária do serviço mais uma vez. Mais uma vez a população não foi ouvida.

LUNITTI PROMETEU E NÃO CUMPRIU
O atual prefeito é uma pessoa sem palavra e demonstra claramente que suas ações são direcionadas para o bem estar da empresa Sorriso. No ano passado, durante a audiência que ilegitimamente aprovou a renovação do contrato de concessão do serviço, se propôs a chamar o Movimento em Defesa do Transporte Público de Toledo para representar os usuários quando o assunto fosse o transporte coletivo. Mais de um ano depois, isso nunca ocorreu. Confiram no vídeo a declaração falsa do prefeito.

video

ENQUANTO ESTIVER TERCEIRIZADO, O TRANSPORTE SEMPRE SERÁ UM ROUBO
Mas o problema “é mais embaixo”. Enquanto o serviço de transporte coletivo, que é uma obrigação legal do município, ficar nas mãos da iniciativa privada, a população sempre será prejudicada para manter os lucros da empresa:

·         A empresa sempre alegará que o passe-livre para idosos e pessoas com deficiência oneram o serviço e por isso deve aumentar o valor da tarifa para os demais usuários
·         Qualquer benefício de redução da tarifa aos domingos nunca significará perda da margem de lucro para a empresa, pois o valor não pago diretamente pelos usuários será repassado dos cofres públicos para a conta da empresa
·         Se algum dia tivermos o passe-livre para estudantes, se a lógica do serviço continuar a mesma que é hoje significará o poder público continuar sustentando a empresa, através de repasses orçamentários.
·         Para ampliar os lucros, a empresa demite cobradores e impõe aos motoristas a dupla função, para que eles trabalhem por dois recebendo por um e colocando os usuários em risco
·         Horários serão e já são cortados para gastar menos com combustível

Ou seja, enquanto prevalecer a lógica privada sobre um serviço público, a população sempre pagará o enriquecimento dos donos da empresa e o crescimento do seu patrimônio, enquanto o prefeito atua na burocracia para fazer valer os interesses dela.

Precisamos que o município assuma o serviço e que a população usuária tenha poder de decisão sobre as melhorias e mudanças que deseja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE - Comissão Provisória Municipal de Toledo - Paraná